Conheça nossas opções de roteiros corporatos na Chapada Diamantina

Além de abrigar uma impressionante cadeia de montanhas que funcionam como reserva natural repleta de rios, grutas, cânions, cachoeiras, espécies raras de plantas e moradia de muitos animais, o Parque Nacional da Chapada Diamantina é a opção ideal para pessoas que praticam ecoturismo, mas também para aqueles que nunca tiveram contato mais aproximado com a Natureza.
Nos dias de hoje, onde vivemos em constante correria e sob estresse, está provado que o contato com ambientes naturais melhora nossa saúde e humor, nos dá mais disposição, descansa a mente e promove o bem estar do corpo e da alma!
Quando você faz Ecoturismo ajuda a proteger a Natureza e as comunidades envolvidas, tendo a oportunidade de fazer uma viagem onde todos saem ganhando.
Escolhendo bem o seu roteiro e trilhando os caminhos da Chapada sempre acompanhado de profissionais que seguem os princípios do ecoturismo, conhecem os percursos e avaliaram os riscos de cada atividade para lhe proporcionar uma aventura realmente segura, garantimos que essa será uma das melhores viagens da sua vida!
Viajar para a Natureza é dar um presente a si mesmo, com benefícios que irão durar para sempre.
A Chapada Diamantina é o lugar perfeito para conhecer belezas naturais indescritíveis com todo conforto e estrutura que você precisa quando está de férias.
Experimente!

A Chapada Diamantina localiza-se no centro da Bahia, a 420km de Salvador. É uma vasta área de 38.000km² sobre um extenso platô que varia de 400m a 2000m ao nível do mar, maior do que muitos países como Holanda, Bélgica ou Israel.

Seu processo de formação começou a cerca de um bilhão e seiscentos milhões de anos e hoje é possível apreciar o resultado da erosão causada por ventos, rios e mares, nas muitas camadas de rochas sedimentares da região.

A criação e ocupação das cidades e vilas da Chapada Diamantina é fruto direto da exploração de diamantes. No século XVIII, teve início uma exploração de ouro na parte sul da Chapada, pela região de Rio de Contas, mas foi com a descoberta de diamantes na Serra do Sincorá, no século XIX, é que começou a formação das futuras cidades como Mucugê, Andaraí e Lençóis, que se tornou o centro da comercialização de diamantes na época. O dinheiro que corria a solta atraía pessoas de todos os lugares, aventureiros, sertanejos, garimpeiros, donos de escravos, comerciantes e muitos outros.

Após cerca de vinte e cinco anos, duração da fase áurea do garimpo, com a decadência do diamante e a descoberta de jazidas de diamantes na África, houve um grande abandono da região. Os que permaneceram, foram se adaptando ao trabalho rural, ao gado e a agricultura. Em áreas de solos menos prósperos como Lençóis, o garimpo perdurou até por volta de 1985, quando a atividade foi finalmente proibida, e foi fundado o Parque Nacional da Chapada Diamantina, com a intenção de proteger a região e incentivar o turismo ecológico.

A área total do parque é de 1520km², mais da metade da Serra do Sincorá, rodeado pelas principais cidades e vilas da região: Lençóis, Andaraí, Mucugê, Palmeiras, Vale do Capão e Igatu.

Hoje, milhares de turistas do mundo inteiro visitam a Chapada Diamantina todos os anos, desfrutando dos visuais incríveis de cachoeiras, cadeias de montanhas e cânions impressionantes, poços de água azul turquesa, complexo de grutas de calcário e até um pantanal, são parte das muitas atrações da região.

Natureza

A Vegetação da Chapada Diamantina é bem diversificada, misturando áreas de mata atlântica, campos rupestres, agrestes e caatinga, abrangendo diversos tipos de orquídeas, bromélias, trepadeiras, além de uma grande variedade de plantas medicinais.

Entre os animais encontrados na região, destaca-se a variedade de pássaros e répteis, amimais como o tamanduá bandeira e mixila, tatu, porcos espinhos, gatos selvagens, capivaras entre outros. Algumas espécies estão ameaçadas de extinção, principalmente devido à caça.

O fogo

O Fogo é hoje o maior inimigo da Chapada. Todos os anos a região sofre com incêndios florestais criminosos, principalmente nas épocas de seca, em que o calor, a vegetação seca e o vento espalham com muita rapidez as chamas, afetando regiões de nascentes de rios e de vegetação nativa.

Os recursos do governo são mínimos em face a necessidade da região, e todo o combate a incêndios florestais e realizado por Brigadas Voluntárias, existentes em cada região da Chapada, formada por guias, nativos, moradores e defensores da natureza, que arriscam suas vidas para proteger as belezas da região em que vivem.

Fontes dos textos:

– Um Guia da Chapada Diamantina – Roy Funch
– Adaptação do livro “Inventário de Proteção do Acervo Cultural, Monumentos e Sítios da Serra Geral e Chapada Diamantina” publicado pelo IPAC – Inventário de Proteção do acervo cultural da bahia em 1980.

Veja como chegar à Chapada Diamantina

null

Avião – A TRIP linhas aéreas opera o trecho entre Salvador-Lençóis. Há dois vôos semanais, na quinta-feira e no domingo

SSA-LEC: 13:00 / LEC-SSA: 14:30 . Clique aqui e confira os preços no site da AZUL

null

Ônibus – Viação Real Expresso (trecho Salvador – Lençóis, a partir da rodoviária de Salvador) diariamente, em três horários:

Salvador-Lençóis: 7:00, 13:00, 17:00, 23:00

Lençóis-Salvador: 7:30, 13:30, 23:30 (aproximadamente R$ 77,00 por trecho / 6 a 7 horas de viagem: 420km)

null

Transfer Privativo – Direto do aeroporto ou de sua hospedagem em Salvador para Lençóis (420km, 6 horas de viagem). Valores sob consulta.

+ De avião
null

Avião – A TRIP linhas aéreas opera o trecho entre Salvador-Lençóis. Há dois vôos semanais, na quinta-feira e no domingo

SSA-LEC: 13:00 / LEC-SSA: 14:30 . Clique aqui e confira os preços no site da AZUL

+ De ônibus
null

Ônibus – Viação Real Expresso (trecho Salvador – Lençóis, a partir da rodoviária de Salvador) diariamente, em três horários:

Salvador-Lençóis: 7:00, 13:00, 17:00, 23:00

Lençóis-Salvador: 7:30, 13:30, 23:30 (aproximadamente R$ 77,00 por trecho / 6 a 7 horas de viagem: 420km)

+ De carro
null

Transfer Privativo – Direto do aeroporto ou de sua hospedagem em Salvador para Lençóis (420km, 6 horas de viagem). Valores sob consulta.

Mapa de localização e pontos de interesse

Mapa da Chapada Diamantina
mapa Chapada Diamantina

A área total do parque é de 1520km², mais da metade da Serra do Sincorá, rodeado pelas principais cidades e vilas da região: Lençóis, Andaraí, Mucugê, Palmeiras, Vale do Capão e Igatu.